Soluções M

Como recuperar e reforçar estruturas de concreto?

Em muitas situações, o concreto se degrada naturalmente ao longo do tempo ou devido a ações externas e falhas de execução. Como elemento estrutural de suma importância para a segurança, o concreto deve ser devidamente recuperado.

1 – Limpe a área criando uma superfície aderente. Com um martelo localizar as áreas não aderidas ou deterioradas. Demarcar a área a ser reparada mediante corte mínimo de 5 mm de profundidade com disco diamantado. Apicoar e eliminar todas as áreas deterioradas ou não aderidas, formando arestas retas.

2 – Retire todo o concreto em volta das armaduras corroídas, deixando, no mínimo, 2 cm livres em seu contorno. Inspecionar a ferragem quanto a redução de área resistente por oxidação. Se a seção da armadura estiver muito deteriorada e com perdas, será necessário substituí-la. Consulte um especialista no assunto para indicar o procedimento mais adequado para cada caso. Se a armadura estiver com uma agressão apenas superficial, limpe a armadura eliminando a ferrugem com uma escova de aço ou jato de areia. Aplicar sobre toda área da armadura, com pincel, uma camada de um produto inibidor de corrosão, evitando manchar o concreto. Deixar secar totalmente por, no mínimo, 1 hora.

3 – A superfície deve estar resistente, rugosa, limpa e isenta de partículas soltas, pintura ou óleos que impeçam a aderência do produto

4 – Molhe a área a ser recuperada, regulando a absorção de água da base para evitar perda de água da argamassa de recuperação.

5 – Inicie a recuperação da área chapando Reparo Estrutural quartzolit e, depois, moldando-a com colher ou mesmo com as próprias mãos protegidas com luvas.

6 – Aplique em camadas de 0,5 cm a 5 cm no máximo, preenchendo a área a ser recuperada. Compactar as camadas. Para espessuras maiores que 5 cm, fazer em duas camadas, com espaço de tempo entre as camadas de, aproximadamente, 6 horas.

7 – Após o tempo de puxamento, fazer o acabamento do Reparo Estrutural quartzolit com uma desempenadeira de plástico ou de madeira.

FONTE: Weber

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *